6 dicas para aumentar o lucro com gado de corte

A agropecuária é considerada uma das principais atividades do país, destacando-se o gado de corte, que coloca o Brasil entre os maiores exportadores de carne bovina do mundo, mostrando-se um bom ramo para investimento. Mas, principalmente no cenário econômico atual, alguns riscos podem estar envolvidos, sendo fundamental uma boa gestão do negócio. Se  você já trabalha com gado de corte ou deseja investir nesse segmento, aqui vão 6 dicas que podem auxiliar na obtenção de lucro:

VISÃO LONGO PRAZO

Um ponto fundamental para quem atua no segmento de gado de corte é entender que este negócio precisa ser encarado com uma visão a longo prazo, já que, para se obter uma produção bem estruturada, estabelecida e rentável, leva-se vários anos e o investimento inicial exigido é bastante elevado. Dessa forma, pode-se considerar normal não obter lucro em um primeiro momento, o que não indica necessariamente que há algo errado no negócio, ou que o mesmo irá fracassar.

AVALIAÇÃO TÉCNICA

Um ponto importante para estabelecer um sistema de produção de gado de corte e obter lucro é se adequar às condições existentes, ou seja, o seu sistema deve ser condizente com o clima do local, o tamanho de sua propriedade, e a possibilidade de investimento, o que irá determinar o número de animais, se o sistema será com cria, recria e engorda, ou com apenas uma etapa, qual a raça mais adequada, o tipo de alimento a ser fornecido, sendo fundamental que essas escolhas estejam de acordo entre si.

CAPITALIZAÇÃO

Uma forma de garantir boas negociações e a partir disso gerar um lucro maior é por possuir um capital de giro, ou seja, ter certa quantidade de dinheiro disponível, pois, pessoas capitalizadas conseguem comprar por exemplo, os animais à vista ou com um prazo bem reduzido, tornando-se conhecidas na região por isso e, assim, recebem grandes ofertas com preços bem mais acessíveis, abaixo da média do mercado, tendo menores custos e consequentemente maior possibilidade de lucro.

Gostaria de saber como deve ser feita a gestão de custos agropecuários? Clique aqui.

USO DE MÉTRICAS

Para que a tomada de decisão seja menos intuitiva e mais direcionada, é importante que seja baseada em números e indicadores e, nesse contexto, o uso de métricas torna-se muito importante, devendo ser adequadas para o seu sistema, de modo a causar impactos positivos nos resultados. Algumas dessas métricas utilizadas no sistema pecuário como um todo estão descritas na tabela a seguir:

Fonte: Beefpoint.

MAPEAMENTO DO FLUXO DE PRODUÇÃO

É fundamental estar constantemente fazendo uma análise do fluxo de produção, mapeando e entendendo muito bem cada uma das etapas, pois, ao fazer isso, conseguimos detectar possíveis erros, gargalos, oportunidades, realizando ajustes finos, para otimizar o sistema constantemente e, com isso, obter cada vez mais lucros.

SEGUIR BONS EXEMPLOS

Muito dizem que nós nos tornamos a média das cinco pessoas com quem convivemos. Essa famosa frase também é valida no mundo dos negócios, desse modo, devemos estar sempre próximos e acompanhando aqueles que estão obtendo sucesso e buscar trocar experiências, observando o que e como eles estão realizando os seus processos, se estão investindo em uma nova raça, uma formulação diferente de ração, alguma inovação no manejo da produção. Se basear nesses bons exemplos pode ajudá-lo na gestão do seu próprio negócio, permitindo-o alcançar o sucesso mais facilmente.

Interessado em obter lucro com gado de corte? Entre em contato conosco ou conheça mais sobre nossas soluções.