Como o Marketing Digital pode ajudar o Agronegócio?

Como o Marketing Digital pode ajudar o Agronegócio?

Vivemos em um mundo globalizado em que as informações fluem com muito mais volatilidade e com a possibilidade de acesso móvel mais utilizada como nunca. Para isso, o agronegócio vem criando ferramentas para conseguir se consolidar ainda mais no atual cenário econômico. O Marketing Digital auxilia no contato real entre o desenvolvedor de tecnologias ou produtos, com os seus consumidores finais ou fornecedores, por meio dos seguintes modos:

  1. Marketing de Exclusividade: Esse modo de inserir o marketing vem com a ideia de criar produtos e serviços personalizados para cada cliente de modo a criar o sentimento de exclusividade do cliente com os produtos.
  2. Marketing de Dados: Esse funciona como um portal que o cliente tem para conseguir sanar dúvidas, a partir de materiais exclusivamente desenvolvidos pelos membros da empresa com o intuito de atrair o cliente para o mais próximo possível da empresa e sentir que a mesma tem interesse no desenvolvimento do cliente juntamente com o da própria empresa.
  3. Marketing de Recompensa: Por meio de programas que atraem clientes interessado, os clientes conseguem se aproximar cada vez mais com as empresas que utilizam dessa forma de marketing, para conseguir aproveitar dinâmicas para retirar ideias de novos produtos e serviços e recompensar os clientes engajados.
  4. Marketing de Resultados: Fazer com que o cliente esteja dentro dos projetos desenvolvidos pela empresa, e que por meio de sistemas de informação como vídeos ou materiais de apoio, ele consiga estar ciente dos resultados que o programa vem apresentando em um longo período de tempo.

Outro ponto que o marketing digital consegue solucionar, para aqueles que ainda não estão inseridos nos seus modelos de globalização é conseguir melhorar o relacionamento que a empresa possui com os clientes. Por meio de alguns portais, o cliente retira suas dúvidas ou então sugerir ou criticar mudanças feitas pela a empresa, isso significa que ele passa a ter papel fundamental para o desenvolvimento sustentável da empresa, e que os atuais números não sejam números dispares com a realidade e que se trata apenas de um ponto fora da curva.

Ao contrário do marketing tradicional que conhecemos, o marketing digital consiste em formas ativas de divulgação, seja por meio de um site capaz de caracterizar bem o ambiente organizacional em que a empresa se encontra, seja por e-mails direcionados aos clientes que frequentam o site organizacional, ou então por meio das redes sociais, capazes de alcançar públicos muito mais interessados e de localidades diferentes aos modelos tradicionais de divulgação como por exemplo o rádio, tratando de ferramentas de divulgação passiva para com o cliente.

Ter precisão na mensuração dos resultados que uma campanha atingiu, é outra caracteristica importante que o marketing digital possui, diferentemente dos meios tradicionais de divulgação. Uma campanha nunca conseguirá medir fielmente quantos clientes vieram por meio de uma propaganda de televisão, mas as campanhas feitas por meio da internet são capazes de fazer isso com uma precisão fantástica.

Bom, já sabemos quais serão os impactos mais relevantes que a inserção do marketing digital no seu agronegócio apresentará, mas para que seja possível aproveitar ao máximo essas oportunidades que ele apresenta, existe um conceito no mundo do marketing que se chama os 4 P’s. E são eles:

  1. Produto: Nesse primeiro estarão relacionadas as expectativas que o cliente apresentará do seu cliente, qual será o grande diferencial que o seu produto ou serviço apresenta que atrairá a atenção do cliente, isso é de extrema importância, tendo em vista que conhecer bem o seu produto e posiciona-lo bem são fundamentais para o sucesso do negócio.
  2. Praça: Quais locais o cliente encontrará o produto, quais serão os fornecedores e meios que terei que conhecer para que meu produto consiga ser competitivo, além de ter uma visão mais analítica sobre em quais localidades o seu concorrente está e quais são suas vontades.
  3. Preço: Ter uma boa noção de gerar valor ao cliente é fundamental para que ele compreenda o real fator que levou o produto ao preço que está, entender a dinâmica de mercado é fundamental para conseguir entender se já existem alguns produtos que podem ser considerados referências para com o mercado.
  4. Promoção: Em quais meios de comunicação e divulgação os produtos devem ser veiculados, de modo que obtenham maiores números de acessos e de conversões. Esse tópico não está relacionado aos descontos que a empresa pode vir a oferecer, mas sim em quais serão os meios de divulgação, ter uma noção do padrão que o mercado apresenta é fundamental para esse tópico.

Pedro Miguel Jacon Laurito