Viabilidade Econômica

Inicialmente precisamos entender do que se trata o projeto de Viabilidade Econômica que a ESALQ Júnior Consultoria realiza.

O Estudo de Viabilidade Econômica ajuda o requerente do mesmo a tomar decisões estratégicas que podem ter profundo impacto na saúde financeira do indivíduo.

O Projeto consiste na elaboração de indicadores que traduziram em termos mais palpáveis a realidade de um investimento. Conta com quatro macro etapas:

  1. Captação de Dados Relativos ao Assunto
  2. Tabelas e Planilhas
  3. Fluxo de Caixa
  4. Indicadores de Mercado e Resumo Executivo

Dentro da Captação de Dados Relativos ao Assunto, são levantados todos os pontos críticos sobre o assunto, elencando os desafios encontrados na realização do investimento, um exemplo prático disto seria em casos de estudos voltados para a pecuária, especificamente a parte de engorda de bovinos, a escolha da melhor raça de bovinos para engorda e todas as suas peculiaridades, retratadas através de custos e receitas específicas.

Logo em seguida serão elaboradas uma série de Tabelas e Planilhas que darão suporte a obtenção dos ditos indicadores econômicos, que serão tratados mais adiante, nestas planilhas são elencados todas as receitas e custos de forma didática e metodológica, abrangendo todas as fases do projeto, um exemplo disto seria a divisão dos custos em anos, para culturas como a da uva, que apresenta custos e receitas diferenciados ao longo seu tempo de produção.

É na etapa seguinte em que inicia-se a elaboração de um Fluxo de Caixa, que tem como objetivo demonstrar qual será o lucro líquido do investimento a ser possivelmente realizado, no fluxo de caixa se obtém os indicadores de mercado. Diferentes tipos de fluxo de caixa são elaborados, baseados nos resultados obtidos nas tabelas confeccionadas na etapa anterior, pode obter um fluxo de caixa convencional ou um não convencional.

A última etapa presente no estudo de viabilidade econômica, trata-se da obtenção dos Indicadores de Mercado, que são:

  1. TIR : Taxa interna de Retorno
  2. Payback Descontado :Tempo de retorno do investimento descontando a inflação
  3. ROI : Retorno sobre o investimento

Também na última etapa é elaborado um Resumo Executivo do projeto, indicando se o mesmo é viável ou não, fornecendo insumos para a tomada de decisão do cliente.

Confira nossos Conteúdos do Blog EJC

Fluxo de Caixa

  • Coleta e Aquisição de dados;
  • Organização dos dados;
  • Criação da planilha que contém a opção de investimento e o período de produção.

Indicadores Econômicos

  • TIR (Taxa Interna de Retorno) e TIRm (Modificada);
  • VPL (Valor Presente Líquido);
  • Payback.

Análise de Custos e Investimentos

  • Compilação de dados e informações necessárias ao investimento;
  • Análise comparativa do investimento a ser aplicado em outra situação (Por exemplo o Tesouro Nacional).

Análise de Receitas e Dividendos

  • Obtenção das receitas ao longo do tempo de produção;
  • Obtenção dos dividendos ao longo do tempo de produção.