como-ter-lucro-com-hectare-de-limao

Como ter lucro com um hectare de limão

Características gerais e nutricionais

O limão é um fruto cítrico produzido pelo limoeiro, uma árvore perene de
pequeno porte, do gênero Citrus, pertencente à família Rutaceae. A cultura do limão
tem origem asiática e, atualmente, é cultivada em várias partes do mundo.

Os limões são ricos em ácido cítrico, que confere ao fruto um sabor acidificado,
muito apreciado na culinária para o preparo de sucos (limonada), licores, temperos,
doces, entre outros. Além disso, possui inúmeras propriedades benéficas para a saúde
humana, tendo como uma das principais, a alta concentração de vitamina C, que ajuda a
fortalecer o sistema imunológico do organismo, prevenindo diversas doenças. Também
é fonte de potássio, magnésio, cálcio e fósforo (Info Escola).

Produtividade

Segundo o IBGE, no ano de 2018, a cultura do limão no território brasileiro
apresentou 52.784 hectares de área colhida, 1.481.322 toneladas produzidas e um
rendimento de 28,06 toneladas por hecatare.

Neste levantamento, a região sudeste liderou com 1.278.848 toneladas
produzidas, seguida pelo nordeste (97.389 t), norte (57.359 t), sul (35.135 t) e centro-
oeste (12.590 t). Esses valores aumentam ano após ano, demostrando que a cultura do
limão em território brasileiro possui grandes perspectivas para o futuro, ou seja,
garantindo tamanho lucro por hectare de limão produzido para os produtores.

Custos e lucro por hectare de limão

Em termos de renda, uma reportagem elaborada pelo G1 demonstrou que a
produção do limão gera cerca de R$1,2 bilhão no Brasil e as exportações da fruta faturam US$80 milhões por ano, sendo as espécies siciliano e Tahiti, as mais produzidas no Brasil.

A partir da cotação elaborada pelo Centro de Estudos Avançados em Economia
Aplicada (Cepea/Esalq), de Piracicaba (SP), a caixa de 27,2 quilos, que é o padrão de
medição da fruta no atacado, chegou a R$ 33,00 no exterior, em 2019. No Brasil, essa
mesma caixa era vendida a R$ 26,60 (dinheiro rural).

Na tabela abaixo, formulada pela Embrapa, pode-se observar os custos de
produção desde o plantio até a colheita, bem como a lucratividade média da cultura do
limão no ano de 2005:

Tabela 1. Custos de produção, em reais, de um hectare de laranja ‘Pera’ para a região de Tabuleiros Costeiros (Rio Real – BA), com espaçamento 6,00 x 4,00, 416 plantas por hectare, maio de 2005, (Embrapa, Adaptado).

Limão siciliano

O cultivar siciliano apresenta tamanha importância para a cultura do limão. Seu
cultivo é abundante em áreas de climas mais amenos ou subtropicais, motivo pelo qual é
bastante produzido e consumido na Europa, assim como nos países andinos da América
Latina (Portal São Francisco).

Diante desse cenário, muitos produtores se perguntam: “Como plantar limão
siciliano?”. Segundo o Sitio da Mata, temos as seguintes principais considerações para
alcançar a efetividade no cultivo do limão:

  1. Adquirir mudas de fornecedor confiável – A aquisição de mudas de viveiros certificados é de essencial importância pelo fato de garantir sanidade e bom material genético;
  2. Plantar mudas em locais de clima ameno – Necessidade de um local onde não ocorra durável incidência de raios solares e as temperaturas não sejam demasiadamente elevadas (máximo de 23 a 32ºC), ou seja, época em que ocorra a estação das chuvas, preferindo-se as horas mais frescas do dia (Revista Globo Rural);
  3. Preparar o solo antes do plantio – Garantir um solo com boa quantidade de matéria orgânica e nutrientes minerais, contendo um pH entre 5,5 e 6,5;
  4. Profundidade e espaçamento das covas – As covas devem ter um dimensionamento de 40 x 40 x 40 centímetros, com espaçamento de 7 x 5 ou de 7 x 4 metros (Revista Globo Rural);
  5. Poda – Recomenda-se podar a planta durante o inverno, retirando os ramos-ladrões, doentes e os secos. Os ramos mais finos devem ser cortados com uma tesoura; os mais grossos, com serra, sempre realizando esterilização antes das operações. Além disso, deve-se pincelar uma mistura de cobre em pó com um pouco de água nos cortes. Para induzir brotações no interior das plantas, deve-se aparar de 10 a 15 centímetros dos ponteiros (Revista Globo Rural);
  6. Necessidade de água – Como qualquer outra planta, o limão siciliano necessita de água para seu desenvolvimento. Dessa forma, em regiões com índices pluviométricos baixos, remenda-se a instalação de um sistema de irrigação por gotejamento;
  7. Produção – O limoeiro começa a produzir depois de três anos do início do cultivo. Em quatro meses, pode ser feita a colheita, que dura cerca de 120 dias. A cada safra é possível apanhar de 80 a 100 quilos de limão por árvore. Colha os frutos manualmente e use uma tesoura de poda esterilizada para auxiliar no corte das hastes (Revista Globo Rural).

Escrito por Fábio Zamorano

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *